top of page
  • Foto do escritorJetCO2

Estudo de Caso: Limpeza de Máquinas Elétricas

A Tecnologia SDI propicia desde uma limpeza delicada até um alto nível de agressividade, tudo em um único equipamento


EMPRESA

ELETRO MECÂNICA SINCRON LTDA


APLICAÇÃO

Gerador Marítimo AMD - AB20


CLIENTE FINAL

PETROBRAS UNBC - P14


SISTEMA COLD JET

SDI Select 60 SDI-5


BENEFÍCIOS

O Jateamento com Gelo Seco oferece uma solução para limpeza em Campo, não abrasiva, não condutiva e não corrosiva. A SDI Select 60 é um sistema revolucionário de limpeza com Gelo Seco, o qual oferece a possibilidade de uma limpeza delicada e também um alto nível de agressividade, tudo em um só equipamento. Ela é capaz de limpar as superfícies delicadas dos enrolamentos, a pressões entre 30 e 50 psi, bem como pode ser usada para limpar os componentes ferrosos e magnéticos da máquina elétrica a pressões superiores a 125 psi.


O Caso

A Sonda de Perfuração da PETROBRAS P-14, tirada de operação para “revamp”, encontrava-se fora de serviço por muitos anos. Para que o equipamento retornasse à operação, o frágil sistema isolante de seus geradores, os quais se encontravam em avançado estágio de contaminação, necessitavam ser delicadamente limpos, sem riscos de danos aos mesmos. A SINCRON foi contratada inicialmente pela PETROBRAS para realização dos serviços de limpeza em campo dos geradores principais e painéis de controle e distribuição da plataforma P-XIV, com utilização do processo de jateamento com gelo seco (CO2), conforme contrato de contratação de pequenos serviços do CRISTAL número: 20054341.


A SINCRON, após este caso de sucesso, realizou vários outros trabalhos de limpeza para a PETROBRAS, CEMIG, CHESF, ELETRONORTE, entre outras, em todo o Brasil, e contribuiu para a implementação desta tecnologia no Brasil, atualmente também adotada por alguns dos mais respeitados nomes em Geração de Energia, como GE , ABB, ALTHOM, VOITH, entre outras, desde 2003


Plataforma de Perfuração PETROBRAS P14



O Problema


As Unidades Geradoras encontravamse em condições de isolamento muito ruins, com elevado grau de sujidade por agentes contaminantes externos, como fuligem e óleo, observado em todo interior das máquinas, com evidências físicas e visuais de ataque ao sistema isolante, o qual já apresenta deterioração das camadas superficiais do isolamento com desprendimento do “Glyptal” e reação com o verniz isolante originalmente aplicado aos enrolamentos. Outro fato também de suma importância na avaliação, foi a verificação da completa obstrução, pelos agentes contaminantes descritos acima, dos canais de ventilação do núcleo magnético dos estatores o que, com certeza, comprometia a troca de calor dos enrolamentos, colocando assim em risco a capacidade térmica da máquina.


A maior preocupação era com a realização de uma limpeza o mais delicada possível, de forma a não danificar o isolamento de mais de 20 anos, o qual já se encontra em relativo estágio de deterioração. Projetos de limpeza de geradores como este requerem uma limpeza muito delicada em algumas áreas, porém uma limpeza mais agressiva em outras. Uma solução de limpeza flexível e controlável era necessária. A PETROBRAS optou inicialmente pela limpeza apenas das partes acessíveis pelas “janelas” de inspeção, uma vez que não deseja a desmontagem das máquinas. Antes do início da limpeza, procedeu-se a medição dos níveis de isolamento, o qual, para referência, mencionamos somente o relativo ao enrolamento estatórico da máquina 1.


Iniciou-se o processo de limpeza, conforme previsto, ou seja, apenas das cabeças de bobinas estatóricas e faces dos polos rotóricos. Com a remoção parcial da contaminação presente nos enrolamentos, foi constatada a deterioração das camadas superficiais do isolamento, através do desprendimento da Tinta Epóxi (Glyptal) originalmente aplicada aos enrolamentos rotórico e estatórico, bem como o dissolvimento do verniz de impregnação do enrolamento estatórico, pelo agressivo ataque por óleo e outras partículas, deixando o verniz de impregnação “amolecido” e, em algums pontos, a ausência total da proteção, com exposição do cadarço de fibra de vidro e mica.


Foi realizada nova medição da resistência de isolamento para verificação de sua evolução, constatando-se uma melhora considerável dos níveis de isolamento, mesmo em face de uma limpeza parcial apenas das cabeças de bobinas.

Podemos observar a evolução da ordem de 50% dos valores de resistência de isolamento, bem como do índice de polarização da máquina, apesar de ter se tratado de limpeza parcial com o equipamento montado. Apesar de a PETROBRAS ter reconhecido a eficiência do processo de limpeza e os ganhos obtidos, mesmo com a limpeza parcial, em função do avançado grau de contaminação apresentado pelo Gerador e pela evidência de ataque ao sistema isolante do mesmo, foi decidido pela desmontagem do gerador e sua limpeza completa.

Com a desmontagem do Gerador, foi encontrada uma situação muito pior do que aquela que podia ser observada com o mesmo montado, pelas “janelas” de inspeção.

Condição de contaminação e obstrução dos canais de ventilação da máquina



DEPOIMENTO DO CLIENTE


“As Máquinas da Série SDI são as únicas recomendadas para a limpeza de enrolamentos elétricos, pela sua capacidade de abranger, com controle absoluto, toda a escala de agressividade, garantindo a integridade do sistema isolante, mesmo em casos de avançado grau de deterioração” afirma o Diretor Técnico e Sócio Proprietário da SINCRON., Everton Nunes.


“Com a capacidade de controle da granulometria, transformando em grãos minúsculos qualquer tipo de Gelo Seco disponível no mercado, esta tecnologia elimina os riscos presentes na limpeza com Gelo Seco através da utilização do Gelo Seco em formato de Pellets (rice). Muitos equipamentos são submetidos a riscos desnecessários todos os dias, por empresas que utilizam pellets de Gelo Seco, também conhecidos como (rice), na limpeza de máquinas elétricas, inclusive com históricos de problemas e danos ao sistema isolante, por desconhecimento da existência desta tecnologia inovadora da Cold Jet.. Desconheço método melhor de limpeza, com resultados efetivos para o isolamento”


A Solução Cold Jet


A Tecnologia I3 da Cold Jet, através das máquinas SDI-5, SDI-Select 60 ou Micro Clean, é um sistema de limpeza revolucionário, o qual oferece a possibilidade de uma limpeza delicada ou uma limpeza agressiva, em um único equipamento. Por sua capacidade de utilização de qualquer tipo de Gelo Seco (pellets, nuguets, blocos e mesmo neve carbônica) oferecendo máxima flexibilidade para o usuário final. Ela pode raspar o Gelo Seco ou utilizar os pellets inteiros, permitindo um controle total da agressividade desejada.


Utiliza todos os acessórios padrões da linha AERO da Cold Jet e oferece uma limpeza de eficiência comprovada em todo o espectro de aplicação, com ganhos significativos dos níveis de isolamento, quando aplicado a máquinas elétricas, garantindo a manutenção de tais níveis por períodos muito maiores de tempo que aqueles obtidos com as limpezas convencionais, sem a geração de resíduos secundários, necessidades de montagens de estufas e com menores riscos para o equipamento e pessoal.


O sistema Cold Jet produz uma limpeza maravilhosa, com o gelo raspado, em superfícies delicadas de um sistema isolante, a pressões entre 30 e 50 psi. A unidade pode também ser utilizada para limpar as partes ferrosas e magnéticas a pressões superiores a 125 psi.


Os serviços neste Gerador de 2600 KVA foi realizado em 4 dias, sendo 1 dia de desmontagem, 1 dia de limpeza, 1 dias de restauração do isolamento e 1 dia de montagem e gastou 600 kg de Gelo Seco.


Os resultados de resitência de isolamento obtidos após a conclusão dos serviços estão sitetizados na tabela abaixo.


Evolução:


Constata-se a evolução expressiva dos valores de resistência de isolamento, bem como do índice de polarização da máquina, sem a necessidade da utilização de produtos químicos como “solventes dielétricos”, os quais, não obstante possuam realmente características dielétricas, o seu poder desengraxante é praticamente nenhum, gerando resíduos secundários e riscos ambientais e humanos na operação. Mas principalmente, a manutenção destes resultados por tempos muito superiores aos históricos obtidos com os processos de limpeza convencionais.


O Sucesso do Método


Após mais de uma década da aplicação no Brasil, este método encontra cada vez mais aceitação e constatação pelo mercado, não apenas de sua eficiência, mas como o melhor, mais eficiênte e de menor risco para a limpeza de máquinas e equipamentos elétricos.


Junte-se às Empresas lideres no mercado, que encotraram na tecnologia Cold Jet, a solução para o problema de limpeza em máquinas e equipamentos elétricos.




11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page