top of page
  • Foto do escritorJetCO2

Como funciona o jateamento com gelo seco?

O jateamento com CO (gelo seco) tem sido aplicado com sucesso nas mais diversas atividades industriais e prediais de limpeza.


O sistema de jateamento com CO da Cold Jet é um processo eficiente e viável economicamente, utilizado pelos mais diversos segmentos industriais como forma de maximizar a qualidade e capacidade produtiva. O jateamento remove resíduos de produção, seus agentes relacionados e contaminantes, que tem sido aplicado com sucesso na remoção de tinta, óleos, graxas, “biofilmes”, carepas de fundição e solda, colas, poeira, resíduos sólidos aglutinados, etc. Este processo é totalmente isento de umidade, não abrasivo, não inflamável, não condutor de eletricidade e não gera resíduos secundários. O sistema Cold Jet, portanto, pode ser utilizado, sem nenhum risco de danos em equipamentos elétricos.


Este processo consiste na limpeza dos equipamentos a partir do uso de gelo seco (CO ) em elevadas velocidades, onde suas partículas são utilizadas como agente de impacto, aceleradas via ar comprimido. O jateamento com CO funciona pela associação de três fatores primários: energia cinética provocada pelo impacto das partículas de gelo seco aceleradas a velocidades supersônicas, pela diferença de temperatura (pois tem temperatura de -78º C, o que cria uma zona de choque térmico, contraindo a camada de impurezas e desprendendo-a do material base) e pelo efeito da sublimação (que é a passagem do estado sólido diretamente para o estado gasoso, quando ocorre uma expansão de aproximadamente 800 vezes no volume da molécula de CO , agindo como se ocorresse um microexplosão em cada molécula do elemento impactante, no caso o gelo seco.


O jateamento com gelo seco utiliza uma combinação única de forças para potencializar a remoção de contaminantes da superfície sem causar qualquer dano ou geração de resíduos secundários. Similarmente ao jateamento com areia, granalha, microesfera de vidro ou soda cáustica, a limpeza com gelo seco prepara e limpa superfícies, utilizando um agente particulado acelerado por um sistema de ar comprimido. Mas a similaridade termina aqui.


O sistema Cold Jet otimiza a performance do jateamento para cada aplicação através da combinação destes três fatores e pela possibilidade de ajuste de quatro variáveis:


  • Pressão do ar comprimido;

  • Tipo de bico utilizado no jateamento (distribuição da velocidade)

  • Granulometria da partícula de CO2 e sua densidade

  • Relação entre a massa da molécula de CO2 e densidade do fluxo (partículas por unidade de área por segundo)


Energia cinética da partícula, efeito do choque térmico, e efeito termocinético e do choque são combinados para a remoção dos contaminantes.



Após a aplicação, o gelo seco entra em estado de sublimação, volatizando-se, sem deixar qualquer resíduo secundário e sem provocar danos ao material base, pois não há ação de erosão ou ataque químico, comum às aplicações de solventes. Assim, é possível possibilitando assim uma melhor ação de limpeza, sem alterar as características do isolamento, mantendo a sua expectativa de vida útil.


O processo de jateamento com gelo seco destina-se à limpeza de superfícies, podendo atuar onde processos convencionais de limpeza são utilizados:


  • Manual;

  • Solventes químicos;

  • Jateamento de areia, granalhas, microesfera ou vapor.


O que é gelo seco?


Gelo seco é o nome popular dado ao gás carbônico ou dióxido de carbono (CO ), quando este se apresenta no estado sólido. Para que isso ocorra, deve-se elevar sua temperatura até -78°C, que é o seu ponto de congelamento. Ocorre que, ao ter sua temperatura aumentada em pressão ambiente, o CO sólido sublima, isto é, passa diretamente ao estado gasoso, sem derretimento. O gelo seco deve ser manipulado com precaução. “Gelo seco” não é gelo – é CO em estado sólido, e é chamado de “seco” porque passa pelo processo de sublimação.


O gelo seco é frio. Sua temperatura, de cerca de -78°C, em média, esta temperatura pode causar queimaduras e ulcerações, então, quando for manipulá-lo, use luvas e jamais o toque com as mãos molhadas ou úmidas – ele congela instantaneamente a água e fica colado na sua mão.


A produção de gelo seco requer a aplicação de alta pressão sobre um recipiente com dióxido de carbono líquido. À pressão atmosférica, o gelo seco sublima imediatamente, transformando-se em vapor. Esta propriedade sem igual, significa que o meio utilizado para o jateamento simplesmente desaparece, restando somente o contaminante original a ser eliminado. Desta forma, o jateamento de superfícies sensíveis à umidade e à abrasão tornou-se viável com a utilização do gelo seco.


Algumas características do gelo seco o tornam ideal para a aplicação em jateamento


  • O gelo seco é gás carbônico no estado sólido;

  • CO2 não é tóxico;

  • Sublimação imediata (sólido – vapor);

  • Sem umidade;

  • Não é abrasivo (viabilidade do jateamento de superfícies sensíveis à umidade e à abrasão).


Algumas de suas vantagens são:


  • Não há desgaste da superfície, pois o processo não é abrasivo;

  • Redução do tempo total de limpeza, que inclui preparativos na parada e partida dos equipamentos, pois não há necessidade de resfriamento ou desmontagem das peças;

  • Operação a seco;

  • Não há resíduos secundários;

  • Limpeza no próprio local, sem necessidade de desmontagem e movimentação;

  • Não ocorre dano ao material base;

  • Favorável ao meio ambiente, uma vez que reduz ou elimina o uso de solventes tóxicos;

  • Qualidade superior de limpeza;

  • Redução dos riscos de acidentes, normalmente presentes em alguns processos de limpeza convencionais, em função da alta quantidade e baixa qualificação da mão de obra e do contato manual direto com o equipamento a ser limpo. Isto porque, com o sistema de jateamento com gelo seco, pois não há, em tese, contato manual e o serviço é realizado por apenas dois operadores em regime de revezamento.


Potência com sensibilidade:


Desde a limpeza na restauração de delicados livros históricos contaminados em incêndios até a limpeza de equipamentos de produção de milhões de dólares no próprio local, a linha de produtos e equipamentos de jateamento com gelo seco da Cold Jet, com sua variedade única no mercado de máquinas, bicos, acessórios, oferece ao mercado possibilidade de solucionar os desafios da limpeza industrial, de forma eficiente, com qualidade e ecologicamente correta.



É possível, com o seu método de limpeza atual, fazer isso?


Como pode ser observado na demonstração acima, o jateamento com gelo seco é potente o suficiente para remover o contaminante, e sensível o necessário para não provocar danos mesmo em superfícies delicadas.


Comparação com os métodos tradicionais de limpeza:


A limpeza através do jateamento com gelo seco da Cold Jet oferece amplos benefícios sobre os métodos tradicionais, e possibilita ganhos acima de 80% nos custos, se comparados aos métodos de limpeza atuais.

*Após o contato, estes materiais tradicionais de jateamento tornam-se contaminados, quando utilizados na limpeza de substancias e objetos perigosos. Estes materiais então passam a ser classificados como lixo tóxico e requerem disposição especial e segura, o que não ocorre com o Gelo seco, podendo o mesmo ser aplicado até mesmo na descontaminação radiológica (materiais contaminados por radioatividade).


Instalação simples, sem nenhuma complexidade:


Simplesmente, conecte a fonte de ar comprimido à máquina de jateamento, adicione o gelo seco, selecione o tipo de bico mais adequado às condições locais – e pronto! Nosso sistema é portátil e robusto, projetado tanto para aplicações industriais quanto para áreas delicadas, como museus, sítios históricos e instalações prediais. Otimize a performance do sistema ajustando a pressão e a vazão do ar comprimido, selecionando o tipo de bico de jateamento correto, a granulação da partícula de gelo seco, a densidade e a taxa de gelo aplicado.


TECNOLOGIAS DISPONÍVEIS

A mais ampla linha de equipamentos do mercado, adequada a cada aplicação:



Aero Series

As características revolucionárias das máquinas da Série AERO, aliadas ao nosso sistema patenteado de dosagem, são as únicas capazes de assegurar um fluxo constante e estável na alimentação de gelo seco. Com isso, garante uma limpeza superior, mais eficiente, com menor consumo de gelo seco e ar comprimido e com os menores níveis de ruído do mercado. Estas máquinas trabalham com o gelo seco Tipo Pellets ou Rice.

I³ Series

A versatilidade das máquinas da Série I³, únicas no mercado que são capazes de trabalhar com gelo seco em blocos, através de nossos sistemas patenteados de “raspagem” e dosagem, oferecem a capacidade de aplicação em objetos que necessitam de agressividade com sensibilidade e precisão na limpeza. Sendo assim, é possível controlar a vazão, a pressão e a granulação do gelo seco a ser aplicado. Ideal para máquinas e equipamentos elétricos, restauração de objetos sensíveis, onde o ajuste fino é necessário.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Komentar


bottom of page